O Governo prometeu, nesta quarta-feira, atribuir médico de família a mais 450 mil portugueses “nas próximas semanas”.

 

A informação foi avançada à rádio TSF pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

 

Segundo o Ministério da Saúde, a contratação de 237 médicos e a entrada de cerca de 100 que obtiveram a especialidade neste mês vai permitir que "gradualmente nas próximas semanas" possa ser “atribuído um médico de família a cerca de 450 mil utentes".

 

De acordo ainda com a tutela, perto de 100 mil portugueses passaram a ter médico de família nos últimos dois meses.

 

Atualmente, mais de um milhão de portugueses (1,066, segundo a ACSS) de utentes não tem médico de família.