Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram 227 mortos desde o início do ano, representando uma redução de 18 por cento em relação ao mesmo período de 2012, indicou a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e GNR, 227 pessoas morreram em consequência dos acidentes rodoviários ocorridos entre 1 de janeiro e 30 de junho, menos 51 do quem em igual período do ano passado, quando se registaram 278 vítimas mortais.

Os acidentes que provocaram mais mortos ocorreram nos distritos de Aveiro (26), Lisboa (25) e Porto (23).

Já os distritos com menos vítimas mortais foram Bragança e Vila Real, com dois mortos em cada um.

Os dados da ANSR adiantam também que os feridos graves diminuíram quase 20 por cento nos seis primeiros meses do ano em relação a 2012, passando dos 996 para 799.

A ANSR diz ainda que os acidentes rodoviários provocaram 16.121 feridos ligeiros entre janeiro e junho, menos 769 do que no mesmo período do ano passado.

Os dados da ANSR dizem respeito às vítimas mortais registadas no local do acidente ou a caminho do hospital.