Os sindicatos da PSP juntaram-se para constituir a União dos Sindicatos da PSP (USP) com o objetivo de realizarem iniciativas em conjunto para exigir ao Governo o descongelamento das carreiras dos polícias, foi esta quinta-feira anunciado.

Em comunicado, a USP adianta que esta estrutura é composta por todos os sindicatos da Polícia de Segurança Pública e esta “união visa exclusivamente defender os direitos de todos” os polícias no que diz respeito às carreiras dos agentes, chefes e oficiais.

Segundo a USP, as estruturas sindicais da polícia estiveram reunidas esta semana e decidiram realizar várias iniciativas conjuntas para exigir ao Governo que descongele a carreira de todos os elementos da PSP no próximo Orçamento do Estado de 2018

Não é aceitável que não sejam descongeladas as carreiras, nem atualizado o sistema remuneratório da grande maioria dos polícias desde 2005, apesar do novo Estatuto Pessoal da PSP, aprovado em 2015, contemplar tal medida”, refere a USP, sem especificar as iniciativas a adotar.

A PSP tem 14 sindicatos e é a primeira vez que se juntam.