A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro anunciou hoje a detenção de um homem, de 43 anos, residente em Sesimbra, com indícios de "comportamento predador", que terá aliciado uma menor para relações sexuais, através da rede social Facebook.

Em comunicado, a PJ diz que o arguido, um empregado de mesa, é suspeito da prática dos crimes de abuso sexual de crianças e pornografia de menores.

Em declarações à agência Lusa, fonte da PJ disse que a investigação surgiu após a denúncia de uma menina, residente em Águeda, no distrito de Aveiro, que terá sido aliciada pelo suspeito, através do Facebook, para encontro visando relacionamento sexual.

No comunicado, a PJ refere que foram recolhidos "indícios de comportamento predador por parte do suspeito, que usava perfis de utilizador fictícios na referida rede social para aliciar menores do sexo feminino com aquele objectivo".

Na sequência de uma busca realizada à casa do suspeito foi apreendido o equipamento informático por ele usado, no qual foram encontrados e apreendidos milhares de ficheiros multimédia "retratando crianças, algumas delas de tenra idade, em práticas sexuais explícitas".

A PJ refere que a investigação vai prosseguir no sentido de se apurar quer a existência de outras vítimas, quer de determinar a conexão da sua actividade delituosa com terceiros que se dedicam a práticas da mesma natureza.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.