O Tribunal da Relação do Porto confirmou as penas de seis, oito e nove anos de prisão efetiva de três arguidos por tráfico de droga, adiantou esta terça-feira a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

O tribunal deu como provado que um dos arguidos – condenado a seis anos de prisão – embarcou, em outubro de 2014, no Rio de Janeiro, no Brasil, com destino ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, com 4,2 quilos de cocaína em estado líquido na bagagem, frisou.

Na nota, a Procuradoria salientou que o tribunal deu ainda como provado que este arguido agiu “satisfazendo o pedido dos outros dois”, que eram donos da droga e que estavam à espera dele no aeroporto para recolher a cocaína para depois a vender.

Um dos traficantes foi condenado a pagar ao Estado 170 mil euros, “valor do seu património incongruente”.