A Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) vai lançar uma campanha nacional para a prevenção de atropelamentos de crianças e jovens, aproveitando o início do ano letivo. As ações de sensibilização começam no dia 17 de setembro e serão conduzidas pela associação, em parceria com a PSP e a GNR.

No âmbito do início das aulas, a APSI vai lançar a Campanha de Prevenção dos Atropelamentos, dirigida aos condutores.

A ação pretende sensibilizar todas as pessoas que conduzem para a especial vulnerabilidade das crianças enquanto peões e para a necessidade de alterarem os comportamentos que aumentam o risco de atropelamento, que é uma das maiores causas de morte nas estradas. Segundo a APSI, todas as semanas mais de 20 crianças e jovens morrem ou ficam feridos na sequência de um atropelamento.

Estes incidentes costumam ter lugar perto das escolas e nas áreas residenciais. A campanha serve para sensibilizar os condutores para a prevenção de comportamentos de risco como a velocidade excessiva, o estacionamento em cima de passadeiras ou passeios e a paragem em 2ª fila.

“Andar a pé é um direito da criança, para além de um comportamento saudável e sustentável. A segurança e a mobilidade da criança não podem estar comprometidas pelo excesso de carros e pelo comportamento abusivo dos condutores”, refere a presidente da APSI, Sandra Nascimento.


A campanha vai ter início no dia 14 de setembro e terminará no dia 4 de outubro, junto aos estabelecimentos de ensino e de várias escolas de condução, onde a Escola Segura, GNR e PSP estarão presentes para esclarecer dúvidas.

No dia 17 de setembro, a partir das 8h, a PSP, a GNR e a APSI estarão à porta de algumas escolas em Lisboa, numa operação STOP conjunta, que contará com a participação de crianças e condutores.