Um funcionário da Segurança Social de Lisboa causou um prejuízo ao Estado de meio milhão de euros em chamadas de valor acrescentado, noticia o Jornal de Notícias, na sua edição deste sábado.

A maioria dos telefonemas foi feita para participação em concursos e, de acordo com o diário, o trabalhador chegou mesmo a ganhar dinheiro.

O telefone usado era da rede fixa e estava-lhe atribuído.

O funcionário público, de 40 anos, foi detido no local de trabalho e posteriormente constituído arguido, com suspensão imediata de funções.