O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em três operações de fiscalização realizadas em Faro e Tavira, detetou um total de 154 estrangeiros a trabalhar ilegalmente.

No âmbito de uma operação de fiscalização a duas explorações agrícolas no concelho de Faro, realizada no passado dia 6 de junho, identificou 47 cidadãos estrangeiros em permanência irregular no país, tendo efetuado 20 notificações para abandono voluntário e uma detenção por permanência ilegal", refere um comunicado do SEF.

Nestas operações, "foram, ainda, levantados seis procedimentos contraordenacionais".

O SEF acrescenta ainda que, "numa outra de operação conjunta com a Guarda Nacional Republicana, realizada a 7 de junho, em Tavira, foram identificados 107 cidadãos estrangeiros em situação irregular".

Na sequência desta ação de fiscalização, foram efetuadas 12 notificações para abandono voluntário, quatro notificações para comparência no SEF e uma detenção por permanência ilegal", conclui o comunicado.