O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) recusou esta quarta-feira a entrada em Portugal a um cidadão estrangeiro quando este tentava entrar em território nacional, pelo aeroporto do Porto, vindo de Luanda, com uma criança.

O homem, de 38 anos, e a menor de idade, de cinco, faziam-se acompanhar para o efeito de passaportes com vistos contrafeitos.

A deteção ocorreu esta quarta-feira e ambos ficaram impedidos de seguir para ao norte da Europa, local para onde pretendiam viajar inicialmente.

O homem, que se identificou como sendo o pai da menor, e a criança foram repatriados para o país de origem, tendo as autoridades locais sido avisadas da situação.