As médias dos alunos que fizeram a 2.º fase dos exames nacionais do ensino secundário melhoraram na maioria das disciplinas e houve menos chumbos em relação ao ano passado, segundo dados divulgados esta sexta-feira pelo Ministério da Educação (ME).

Nesta 2.ª fase dos exames finais nacionais realizaram-se 112.713 provas, quase mais quatro mil do que no ano passado, segundo dados do Júri Nacional de Exames (JNE) divulgados esta sexta-feira pelo ME.

Em dez das 22 disciplinas, a média dos alunos internos foi abaixo de 100 pontos (dez valores): Latim A (65); Matemática Aplicada às Ciências Sociais (79); Francês (85); Inglês e História da Cultura e das Artes (ambas com 87 pontos); Física e Química A (89); História A (90); Geografia A (93); Filosofia (95); Matemática A (99).

As disciplinas com mais provas realizadas foram Biologia e Geologia, com 22.443 provas, Matemática A e Português (ambas com mais de 21 mil) e Física e Química A (com cerca de 18 mil provas).

A metade destas disciplinas a média das notas dos alunos internos melhoraram (Português e de Biologia e Geologia) enquanto nas outras duas - Matemática A e Física e Química A – os resultados médios baixaram.

Segundo o ME, quase metade dos alunos (44%) que realizaram exame nacional de Matemática A na 1.ª fase voltaram a fazê-lo na 2.ª fase. No mesmo sentido, 43% dos estudantes também optaram por repetir a prova de Biologia e Geologia.

Os exames da 2.ª fase, que se destinam principalmente aos alunos que não obtiveram aprovação na 1.ª fase, apresentam resultados, em regra, inferiores aos observados na 1.ª fase.

No entanto, quando se compara os resultados deste ano com os registados no ano passado verifica-se que houve uma melhoria de resultados médios na maioria das 22 disciplinas.

A média dos alunos internos subiu em 13 disciplinas. As excepções foram: Física e Química A; Matemática A; Geografia A; Latim A; História A; Francês; Inglês; Matemática Aplicada às Ciências Naturais e Literatura Portuguesa.

Relativamente aos alunos internos, e considerando as disciplinas com um número de alunos superior a 2.500, verificam-se classificações iguais ou superiores a 95 pontos em três disciplinas, a saber, Português, Biologia e Geologia e Matemática A", sublinha o ME em comunicado enviado para as redações.

Comparando as notas dos alunos internos, aqueles que frequentaram a escola durante o ano letivo, e os alunos autopropostos, verifica-se novamente que, em média, os primeiros conseguem melhores resultados académicos nos exames.

Em quase todas as disciplinas diminuiu a taxa de reprovação em relação ao ano passado, com exceção das disciplinas de Geografia A (os chumbos subiram de 12 para 16%), História A (de 25 para 28%), Francês (16 para 30%); Espanhol (de 3 para 4%) e Física e Química A (de 22 para 23%).

A 2.ª fase dos exames finais nacionais do ensino secundário decorreu em 646 escolas do país, bem como nas escolas no estrangeiro com currículo português.