Francisco George, que faz esta sexta-feira a sua última intervenção como diretor-geral de Saúde, vai receber a Grã-Cruz da Ordem de Mérito pelo seu “espírito de serviço público”, anunciou o Presidente da República.

Marcelo Rebelo de Sousa, que enviou uma mensagem para ser lida na cerimónia de despedida do diretor-geral de Saúde, enalteceu as qualidades de Francisco George e justificou a atribuição da distinção com o “espírito de serviço público” demonstrado.

A Ordem do Mérito destina-se a galardoar atos ou serviços meritórios praticados no exercício de quaisquer funções.

Francisco George faz esta sexta-feira a sua última intervenção enquanto diretor-geral da Saúde, por limite de idade, e começou o discurso por agradecer a distinção ao Presidente da República, de quem foi colega de escola, referindo tê-la recebido com muito orgulho.

Nesta sessão, que está a decorrer no auditório da reitoria da Universidade Nova, em Lisboa, participam centenas de personalidades como o Presidente da Assembleia da República, vários antigos ministros da Saúde, e os mais altos dirigentes do setor.