“Mantemos a capacidade de tudo o que é urgente”, disse o administrador do IPO de Lisboa, confirmando o adiamento dos exames que não são graves.