É difícil encontrar quem não goste de arroz neste mundo, Alimento base de muitos países, é o acompanhamento por excelência na Ásia. Acompanha bem com carne, peixe ou legumes, ou até em doce, características que fazem deste hidrato de carbono um alimento essencial em qualquer cozinha.
 
Versátil, saboroso, prático. Mas, nem tudo são maravilhas: o arroz engorda e o seu consumo em excesso pode potenciar a diabetes. Uma chávena de arroz branco cru pode corresponder a 200 calorias. Parte do amido que compõe o grão de arroz transforma-se em açúcar e, por conseguinte, significa gordura.
 
A receita para cozinhar um arroz que não engorda chega pela mão de cientistas, no Sri Lanka. Durante um trabalho académico, um estudante e um professor do Colégio de Ciências químicas daquele país descobriram uma maneira de reduzir as calorias presentes no arroz em 50 por cento.
 
E, não é preciso ser chef ou cientista para fazer a experiência. De acordo com Sudhair James, para tanto basta juntar leite de coco (3/4 da percentagem de arroz que vai fazer) à água a ferver, antes de meter o arroz na panela. Depois de pronto, o arroz deve “descansar” no frigorífico durante 12 horas.
 
A receita já não vai a tempo do almoço de hoje, mas pode bem provar amanhã.
 
As conclusões deste trabalho citado pelo The Independent foram apresentadas no encontro anual da Sociedade de Química Americana.