Um desabamento num prédio na Avenida D. Carlos I, em Lisboa, esta terça-feira, fez um morto e um ferido.

O alerta chegou aos Sapadores de Lisboa às 17:16.

O incidente aconteceu num prédio em obras, quando estavam vários trabalhadores no local.

Uma parede interior desabou. Temos uma vítima mortal a lamentar e uma vítima com escoriações", confirmou o comandante dos Bombeiros Sapadores de Lisboa, Pedro Patrício, em declarações aos jornalistas.

As primeiras informações conseguidas pela TVI24 junto do Regimento de Sapadores davam conta de apenas uma pessoa soterrada. Uma informação que foi entretanto atualizada. 

Trata-se de um acidente trabalho. Já foi retirado um homem de 61 anos, com ferimentos ligeiros, e transportado ao hospital de São José”, afirmou fonte da PSP à Lusa.

A vítima mortal, na casa dos 50 anos, ainda está no local, uma vez que “não estão reunidas as condições de segurança necessárias” à sua retirada.

No local estão, de acordo com a PSP, operacionais do INEM, Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa e da Polícia Municipal.

O prédio em causa fica no cruzamento da avenida D. Carlos I, frente ao Parlamento, com a calçada Marquês de Abrantes.

O trânsito está totalmente cortado na rua do Merca-Tudo, condicionado na Calçada Marquês de Abrantes e cortado numa das vias da Avenida D. Carlos I, nas imediações do local do acidente.

A fachada do prédio está em risco de "derrocada", decorrendo trabalhos para a sua "estabilização", segundo fonte dos bombeiros.

O comandante Pedro Patrício, do Regimento dos Sapadores Bombeiros, disse que existe "perigo de queda da fachada", pelo que estão a decorrer "obras para a sua estabilização".

De acordo com a mesma fonte, a parede que caiu atingiu a estrutura da obra que sustenta uma das fachadas.