O Centro Hospitalar de S. João (CHSJ), no Porto, mandou encerrar uma sala operatória do serviço de obstetrícia, devido ao aparecimento de piolho de pombo, mas a situação não colocou em risco qualquer utente, segundo informou fonte hospitalar nesta sexta-feira.

O CHSJ explica que, durante o processo normal de verificação pré-cirúrgico de uma das duas salas do Bloco Operatório de Obstetrícia, na passada terça-feira, detetou-se a existência de piolho de pombo junto a uma janela.

Determinou-se o encerramento imediato dessa sala operatória para realização do processo de desinfestação e limpeza e foram verificadas condições de total segurança na outra sala operatória."

O São João esclarece, também, que o trabalho do serviço de obstetrícia está a realizar-se em total normalidade, tendo sido disponibilizada uma outra sala operatória, com iguais condições de qualidade e segurança, para a eventualidade de ser necessário realizar dois procedimentos cirúrgicos em simultâneo.

Não houve, em nenhum momento, risco acrescido para qualquer utente ou processo, nem foram postos em causa os elevados padrões de qualidade e segurança que caracterizam o CHSJ e os seus profissionais", assegura o hospital, adiantando que a sala operatória que foi encerrada deverá ser reaberta na próxima segunda-feira.