Um ciclista português de 34 anos que foi atropelado na segunda-feira quando estava a percorrer os Caminhos de Santiago, na zona de Abadín (Galiza), está em estado grave nos cuidados intensivos do hospital da Corunha.

O cidadão português “foi operado e está nos cuidados intensivos do hospital da Corunha em estado grave”, disse hoje à agência Lusa o vice-cônsul de Portugal em Vigo, Manuel Correia da Silva, acrescentando que aquela representação portuguesa está a seguir a situação.

Fonte do hospital da Corunha disse à Lusa que o ciclista português tem “prognóstico reservado”, mas escusou-se a revelar mais informações por impedimento legal previsto na lei de proteção de dados espanhola.

Nuno Oliveira é residente em Joane, Vila Nova de Famalicão, e foi abalroado na segunda-feira por um carro que saía de um armazém, segundo o Jornal de Notícias.

De acordo com o mesmo diário, o português fazia um dos itinerários dos conhecidos Caminho de Santiago com um grupo de amigos.

Os Caminhos de Santiago são os percursos feitos desde o século IX por peregrinos para venerar as relíquias do apóstolo Santiago Maior, que alegadamente está sepultado na catedral de Santiago de Compostela.