A PSP deteve duas pessoas e apreendeu uma arma, 62 bombas de arremesso, 30 quilogramas de pólvora, centenas de metros de rastilho e 10 detonadores, entre outros produtos, no âmbito de uma operação realizada no concelho de Santarém.

A operação “Aire”, realizada na passada quinta-feira na zona da Serra d’Aire, incluiu a realização de quatro buscas domiciliárias e quatro não domiciliárias no vizinho concelho de Porto de Mós (distrito de Leiria), no âmbito de uma investigação que se encontra em curso, disse esta quarta-feira fonte policial à Lusa.

Num comunicado divulgado esta quarta-feira, a Polícia de Segurança Pública afirma que as duas pessoas detidas são suspeitas da prática do crime de detenção ilegal de arma de fogo e detenção ilegal de produto explosivo, tendo sido apreendidas uma arma de fogo não manifestada (ou seja, não registada), 291 munições, 62 bombas de arremesso, 20 quilogramas de pólvora artesanal e 10 quilogramas de pólvora negra.

Foram também apreendidos 263 metros de rastilho, 201 metros de cordão detonante e 10 detonadores, entre outros artigos”, afirma a nota.

A operação foi dirigida pelo Departamento de Armas e Explosivos da Direção Nacional da PSP em coordenação com o comando distrital de Santarém.

Os dois detidos foram ouvidos no Tribunal de Santarém em primeiro interrogatório judicial na sexta-feira, aguardando ainda as medidas de coação, disse a fonte.