O homem suspeito de três crimes de violação cometidos no fim de semana passado em Santarém vai ficar a aguardar os trâmites do processo em prisão preventiva, disse esta quarta-feira à agência Lusa fonte policial.

O detido, de 42 anos, é suspeito da prática de três crimes de violação, dois consumados e um na forma tentada, de três crimes de roubo e de um de detenção de arma proibida e foi ouvido hoje por um juiz de instrução criminal do Tribunal de Santarém.

Os crimes foram praticados na cidade de Santarém entre sábado e segunda-feira, tendo gerado “grande alarme social, sobretudo entre a população feminina, uma vez que as vítimas foram sempre mulheres”, referia um comunicado da PSP emitido na terça-feira.

O homem atuava encapuzado e usava uma faca de «grandes dimensões» (com uma lâmina de 18,5 centímetros), que a PSP apreendeu, juntamente com dois gorros, um par de luvas, um rolo de fita isoladora e um automóvel utilizado para a prática dos crimes.

Fonte da PSP disse à agência Lusa que dois dos roubos foram praticados a duas das vítimas de violação, tendo o terceiro sido feito a uma pessoa que circulava na rua.