As salas de cinema portuguesas perderam quase um milhão de espectadores até abril deste ano, comparando com o mesmo período de 2017, segundo dados estatísticos do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) divulgados hoje.

Entre janeiro e abril, os cinemas nacionais contabilizaram 4,8 milhões de espectadores, ou seja, menos 16,9% (979.401 espectadores) do que nos mesmos meses de 2017.

Quanto a receitas brutas de bilheteira, a quebra foi de 15,3%, descendo de 30,5 milhões de euros para 25,9 milhões de euros.

Desde o início do ano, a presença de espectadores portugueses na rede de exibição comercial tem sofrido descidas consecutivas, com abril a registar o pior valor do ano: 1,1 milhões de bilhetes emitidos e 5,9 milhões de euros de receita de bilheteira.

O filme mais visto pelos portugueses continua a ser "As cinquenta sombras livres", de James Foley, com 429 mil espectadores.

Segundo o ICA, até abril estrearam-se comercialmente dez longas-metragens portuguesas. "Bad investigate", de Luís Ismael, continua a ser o filme português mais visto com 45 mil espectadores.

"Soldado Milhões", de Jorge Paixão da Costa e Gonçalo Galvão Teles, que se estreou a 12 de abril, segue em segundo lugar com cerca de 20 mil espectadores.

Quanto à distribuição de cinema, o ICA recorda que se mantém "a concentração de mercado em duas empresas, a NOS Lusomundo Audiovisuais e Big Picture 2 Films, representando estes dois distribuidores 90,2% da quota de mercado em termos de espectadores".