A imagem do Sagrado Coração de Maria, que foi furtada de um bairro de Bragança, foi encontrada por populares na via pública com sinais de vandalismo, nomeadamente com as mãos partidas, informou a PSP.

A descoberta foi comunicada à polícia no dia seguinte ao roubo e profanação da imagem, que se encontrava num nicho à entrada do bairro Artur Mirandela, que deixou perturbados os habitantes locais.

De acordo com a PSP de Bragança, a descoberta da imagem foi comunicada à polícia por populares que a encontraram no bairro São João de Brito, perto do local de onde desapareceu.

O nicho permanece vazio e com os vidros partidos, como ficou na noite de quarta para quinta-feira, quando a imagem do Sagrado Coração de Maria foi furtada e profanada, tendo sido encontrados pedaços espalhados pelo bairro.

Habitantes do bairro relataram à Lusa que foi a primeira vez que tal aconteceu nos quase 30 anos em que existe aquele sítio na cidade de Bragança, com a imagem resguardada num nicho, rodeado de flores, velas e bancos e virada para o Instituto Politécnico de Bragança.

O desaparecimento foi comunicado à PSP que, segundo adiantou hoje à Lusa, continua a investigação e “ainda não tem suspeitos” da autoria deste ato.

O local já tinha sido alvo de atos de vandalismos, como vidros partidos ou assaltos à caixa de esmolas, mas a imagem nunca tinha desaparecido do nicho.

A “santinha” é venerada no bairro e tem mesmo uma festa anual, estando a próxima marcada para 14 e 15 de maio.