Segundo a GNR, o incêndio “teve origem numa fogueira para confeção de alimentos, que se propagou à vegetação envolvente”, nomeadamente mato e eucaliptos.