A Direção-Geral de Saúde (DGS) confirmou, esta terça-feira de manhã, que o número de casos de legionella com ligação ao Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, subiu para 34.

De acordo com o novo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), datado das 12:00, dos 34 casos de infeção confirmados desde 31 de outubro, 22 são mulheres e 23 têm mais de 70 anos. Cinco doentes infetados permanecem internados em unidades de cuidados intensivos. O novo boletim epidemiológico indica ainda que todos os infetados com a bactéria têm doenças crónicas já existentes.

A DGS confirma que se mantém o número de mortos - dois, tal como tinha anunciado na segunda-feira.

De acordo com a DGS, o primeiro caso de diagnóstico da doença dos legionários foi confirmado a 31 de outubro. Na sexta-feira foram confirmados oito casos, 14 no dia seguinte e quatro no domingo. Na segunda-feira foram confirmados sete casos.

A legionella é uma bactéria responsável pela doença dos legionários, uma pneumonia grave. A infeção transmite-se por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água ou por aspiração de água contaminada. Apesar de grave, a infeção tem tratamento efetivo.