O vento forte registado no aeroporto Cristiano Ronaldo, na Madeira, obrigou hoje de manhã oito aviões a divergir para outros locais, indicou à Lusa fonte da infraestrutura.

De acordo com a mesma fonte, até às 11:00 apenas aterraram três voos na pista, dois provenientes de Paris e um de Amsterdão.

"Estão divergidas oito aeronaves, quatro para o aeroporto do Porto Santo, incluindo o voo interilhas, que cancelou a ligação da manhã", afirmou.

Nas ilhas das Canárias estão dois aviões, um da Enter Air vindo de Poznan e outro da Vueling proveniente de Barcelona.

O voo da Easyjet de Lisboa voltou à origem, tal como um voo TAP.

Fonte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera na Madeira (IPMA) disse à Lusa que a previsão de vento "muito frequentemente fora dos limites de operação" (aeroportuária) deverá manter-se até domingo.

A previsão do IPMA para hoje é de vento fraco a moderado - até 30 quilómetros/hora (km/h) de nordeste - soprando moderado a forte (30 a 45 km/h) nas terras altas e no extremo leste da ilha da Madeira, local do aeroporto.

A estação de monitorização que o IPMA mantém no aeroporto já hoje registou uma rajada de 89 km/h.

Para esta terça-feira estão previstos 43 movimentos no aeroporto.