Uma rotura na conduta principal cortou o abastecimento de água a cerca de 2.500 pessoas do concelho da Ponta do Sol, na Madeira, disse à agência Lusa o presidente da autarquia, que espera ter resolvido o problema ainda esta quinta-feira.

«É uma rotura grave na conduta principal. Foi uma peça que se partiu que não é fácil encontrar no mercado», explicou à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal da Ponta do Sol, Rui Marques.

O autarca adiantou que a rotura foi detetada «na terça-feira ao final do dia» e os trabalhos de reparação começaram na quarta-feira de manhã, «mas não foi possível concluir porque era uma situação grave».

«Só ontem [quarta-feira] ao final do dia é que os munícipes começaram a sentir a falta de água», esclareceu Rui Marques, informando que os serviços ainda fizeram «uma derivação, através de outro ramal», para conseguir minorar o problema.

Segundo o presidente da autarquia, cerca de 2.500 pessoas estão privadas do abastecimento de água, sobretudo munícipes residentes nas zonas altas do concelho e, especificamente, na zona da Lombada.

«Até às 19:00, esperamos ter a tubagem reparada e acreditamos que o abastecimento de água ficará normalizado durante a noite, o tempo necessário até a rede encher novamente até aos últimos casais», acrescentou.