O ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, disse este domingo que Portugal tomou “as medidas cautelares” necessárias após os atentados de Paris, considerando que “há um problema de risco geral”.

“Ninguém está a salvo desse tipo de atentados. Espero que isso não aconteça. Tomaram-se as medidas cautelares para o evitar”, disse aos jornalistas Rui Machete à entrada de um encontro inter-religioso em memória das vítimas dos atentados de Paris, na Mesquita Central de Lisboa, citado pela Lusa.

O ministro dos Negócios Estrangeiros adiantou que Portugal tomou as medidas necessárias, admitindo que “garantias absolutas não existam neste momento”.