Jovens portugueses e australianos vão poder passar férias e trabalhar na Austrália e em Portugal, respetivamente, ao abrigo de um memorando de entendimento celebrado entre os dois países, anunciou hoje fonte oficial do ministério dos Negócios Estrangeiros.

O acordo, que entrou em vigor esta segunda-feira, permite que jovens portugueses viajem para a Austrália e jovens australianos venham para Portugal, permanecendo pelo período máximo de um ano para trabalhar e para passar férias. Os candidatos devem ter entre 18 e 31 anos.

Em comunicado, fonte oficial do ministério dos Negócios Estrangeiros afirmou que «o objetivo é facultar aos jovens portugueses e australianos uma experiência de férias integrada com trabalho, na Austrália e em Portugal, respetivamente».

«Este intercâmbio é uma excelente ferramenta para o aprofundamento das relações bilaterais entre os dois países, por possibilitar a partilha de experiências e conhecimentos, e abrir igualmente um caminho para a divulgação da cultura e da língua portuguesas aos candidatos estrangeiros», acrescenta a mesma nota.

Este é o segundo memorando de entendimento sobre mobilidade de jovens para trabalho em férias que o Governo português celebra, depois de um acordo semelhante estabelecido com a Coreia do Sul.

Em abril deste ano, numa viagem oficial a Seul, o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, assinou com o seu homólogo sul-coreano, Byung-se Yun, um memorando de entendimento, segundo o qual cada país emitirá vistos para jovens que queiram viajar para o outro país.

Na ocasião, o ministro português adiantou que o Governo estava a preparar uma iniciativa semelhante com outros países, nomeadamente Austrália e Nova Zelândia.