O jornalista Vasco Lourinho, que foi correspondente da RTP em Madrid durante muito anos, morreu na noite passada, aos 71 anos, no hospital de Faro, disse hoje à agência Lusa um familiar próximo.

De acordo com a mesma fonte, o funeral vai realizar-se em Almancil, no Algarve, na quinta ou na sexta-feira.

Vasco Lourinho nasceu em Reguengos de Monsaraz em 1942 e ingressou na escola de jornalismo de Madrid em 1964.

Começou a carreira no jornal espanhol Pueblo, nos anos 70, onde publicou vários artigos sobre a organização separatista basca ETA.

Tornou-se conhecido dos portugueses pelas crónicas e reportagens que fez para a RTP, com sotaque espanhol, durante cerca de duas décadas, a partir do início dos anos 80.

Atualmente residia em Albufeira.