A GNR de Viana do Castelo recuperou cerca de 10 mil euros em peças de ouro e prata furtadas em residências do concelho por um homem que já se encontra em prisão preventiva, revelou esta quinta-feira aquela força policial.

Em comunicado o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo adiantou que as 31 em ouro e três em prata, furtadas em habitações de várias freguesias do concelho de Viana do Castelo foram recuperadas, na quarta-feira, numa loja de compra e venda de metais preciosos usados de Santo Tirso.

Fonte daquela força policial contactada pela agência Lusa explicou que "com a recuperação daqueles artigos ficou concluída a operação desencadeada no início deste mês com a detenção, em flagrante delito, do homem de 56 anos, na freguesia da Meadela, quando este se encontrava a vender artigos em ouro que havia furtado de uma residência que assaltou através de arrombamento".

A mesma disse que após a detenção "foi efetuada uma busca à residência do suspeito, natural de Ponte de Lima e com tem antecedentes criminais, tendo apreendido "diversos objetos em ouro e dois telemóveis".

Na altura, aquela força policial conseguiu "relacionar os artigos apreendidos com pelo menos cinco assaltos a residências registados em diversas localidades do concelho de Viana do Castelo, sendo que alguns desses artigos foram reconhecidos pelos proprietários".