A Polícia Judiciária localizou e deteve dois homens e uma mulher suspeitos de terem sequestrado uma pessoa. A vítima só escapou a uma situação pior, porque conseguiu lançar-se da viatura a meio do sequestro. 

Os dois homens, um de 25 e outro de 27 anos, e a mulher, de 25, são assim suspeitos de sequestro agravado, mas também de roubo, ameaça, violência doméstica e detenção de armas e munições proibidas, segundo um comunicado da PJ enviado às redações. 

«Os arguidos atuaram de forma bastante violenta, agredindo com gravidade a vítima, com o propósito único de lhe infligirem dor intensa e privá-la da sua liberdade, como forma de resolução de problemas meramente pessoais. O sequestro apenas veio a cessar, porquanto a vítima, temendo pela sua vida e em ato de desespero, veio a lançar-se da viatura em que era transportada pelos suspeitos», explica o mesmo comunicado.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação. Dois deles ficaram em prisão preventiva e um ficou sujeito a apresentações diárias.

A investigação, feita através da Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT), decorre desde final do mês de Julho.