Cinco indivíduos encapuzados cortaram esta terça-feira de madrugada a A1 junto ao nó dos Carvalhos (Gaia), sentido sul/norte, e roubaram, com recurso a uma arma de fogo, um veículo pesado em circulação.

Em declarações à agência Lusa, fonte da Brigada de Trânsito (BT) do Porto explicou que os cinco indivíduos encapuzados ameaçaram com “arma de fogo” o motorista do veículo pesado, que circulava junto ao nó dos Carvalhos pelas 03:45 e que transportava, supostamente, tabaco.

Fonte do Destacamento de Trânsito da GNR, que inicialmente tomou conta da ocorrência, tinha referido que o veículo pesado fora levado para “parte incerta”, mas corrigiu entretanto a informação, e explicou que a viatura “não foi roubada” e que os vários indivíduos se colocaram em fuga numa das duas viaturas em que tinham chegado ao local do assalto.

O trânsito na A1, no sentido sul/norte esteve interrompido das 03:45 até às 06:00 da manhã.

A Polícia Judiciária  do Porto confirmou à Lusa que está a investigar o caso do assalto à mão armada a um veículo pesado de mercadorias ocorrido na A1, junto ao nó dos Carvalhos (Gaia).

Fonte da PJ disse que na participação recebida da GNR informa-se que o veículo pesado de mercadorias foi abordado pelas 03:45 por um número indeterminado de indivíduos, munidos com armas de fogo, que ameaçaram o condutor do veículo em circunstâncias ainda não esclarecidas.

Por estar a investigar a ocorrência, a PJ diz não poder adiantar mais sobre o assunto.