A PSP do Barreiro anunciou a detenção de um homem de 42 anos e da sua companheira, de 49, por suspeita de vários crimes de roubo a farmácias nos concelhos do Barreiro e da Moita.

A PSP refere em comunicado que o detido, que atuava com a cara tapada, entrava nos estabelecimentos empunhando uma faca e, com ameaças, obrigava os funcionários a abrir a caixa registadora, saindo de seguida com todo o dinheiro disponível.

«Numa das ocasiões, encontrando-se a farmácia a funcionar com a porta fechada por questões de segurança, o suspeito apenas conseguiu concretizar o roubo devido ao apoio da sua companheira, que, fazendo-se passar por uma cliente, solicitou a abertura da porta à funcionária, permitindo, deste modo, a entrada do suspeito», refere a PSP o comunicado que a Lusa cita.

Foram ainda realizadas buscas domiciliárias no Vale da Amoreira, na Baixa da Banheira e no Bairro da Fonte da Prata, que resultaram na apreensão de diversos objetos utilizados nos crimes.

«O suspeito tem antecedentes criminais por crimes de idêntica natureza, tendo inclusive cumprido pena de prisão efetiva» e saído recentemente do estabelecimento prisional, acrescentou a polícia.

Os suspeitos foram presentes a primeiro interrogatório judicial no Tribunal do Barreiro e o homem ficou em prisão preventiva ao homem, enquanto a mulher está sujeita a apresentações quinzenais na PSP.