A GNR identificou como suspeito de furto de cobre o homem que esta terça-feira sofreu queimaduras graves ao tentar cortar um cabo da EDP em Pataias, Alcobaça, e apreendeu diverso material relacionado com o crime.

O homem, de 38 anos, foi identificado «após uma denúncia telefónica por corte em cabo da rede pública na localidade de Pataias» efetuada às 07:48 para o posto local da GNR, explica em comunicado.

O suspeito, que apresentava queimaduras de primeiro e segundo grau, provocadas por eletrocussão, foi transportado para o Hospital de Leiria e a GNR apreendeu no local «diverso material, suspeito de estar relacionado com o crime tentado», nomeadamente luvas de borracha, uma serra de ferro, um alicate de corte, um x-ato, luvas de pedreiro, uma chave inglesa, uma chave de fendas e um metro de fio de cobre.

De acordo com a GNR, o homem é residente no concelho de Alcobaça e já se encontrava referenciado pela guarda «por estar indiciado na prática de crimes de furto de metais não preciosos e ainda por crimes de posse e tráfico de estupefacientes».

A GNR elaborou um auto de notícia que foi enviado ao tribunal.

De a cordo com os bombeiros de Pataias, que foram acionados para o local, o homem sofreu queimaduras graves em cerca de 40% do corpo, incluindo «a face, tronco e membros inferiores e superiores», explicou à Lusa Micael Pereira, adjunto do comando.

O alerta para os bombeiros foi dado às 08:00 e no local estiveram quatro viaturas e oito operacionais dos bombeiros de Pataias, da viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de Leiria e da GNR.