A rotura de uma conduta de água criou uma cratera na Rua de Olivença, esta quarta-feira, em Almada.

Uma fotografia enviada por um leitor mostra um carro que foi "engolido" pelo buraco. De acordo com declarações do proprietário de uma das lojas da zona à TVI24, o carro pertencia a uma funcionária de um talho da rua. 

A barbearia Bordonhos & Bordonhos, de acordo com o proprietário José Bordonhos, ficou totalmente inundada, "com água e lama" e cadeiras e armários no chão. 

Os SMAS de Almada já estiveram aqui e já me garantiram que vão assumir todos os estragos", disse José Manuel Bordonhos à TVI24

Por ser hora de almoço, o homem não estava na loja de que é proprietário, pelo que se deparou com a situação quando foi alertado para o incidente. 

Fonte da Proteção Civil Municipal de Almada confirmou à TVI24 que a conduta de água está a ser reparada pelos serviços camarários.

Situação normalizada no prazo máximo de 24 horas

Segundo o vereador dos Serviços Municipalizados da Câmara de Almada, Miguel Salvado, a situação deverá estar normalizada no prazo máximo de 24 horas.

Para o vereador, a rotura que ocorreu hoje na Rua de Olivença, junto ao Mercado de Almada, é consequência da degradação da rede de abastecimento de água e da rede de saneamento básico em diversas zonas de Almada, designadamente na zona de Almada Velha.

"É uma situação que está identificada e já temos obras de renovação em curso, ou prestes a arrancar, em diversas zonas da cidade. Já está em curso uma intervenção na Praceta Arlindo Vicente e há outras intervenções prestes a arrancar, na Rua Bernardo Francisco da Costa, na Rua da Incrível Almadense e na Rua dos Espartários, no valor global de cerca de 500 mil euros", acrescentou, em declarações à Lusa.

De acordo com o autarca, a presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros, contactou a proprietária do veículo para lhe transmitir que o município iria assumir todos os prejuízos.

"Uma viatura que tinha acabado de estacionar na Rua de Olivença, ao princípio da tarde, caiu no buraco que se abriu devido a uma rotura numa conduta de abastecimento de água, mas não há feridos. A proprietária do veículo, que, entretanto, já foi removido do local e é recuperável, já tinha saído da viatura quando o acidente ocorreu, pelo que não sofreu qualquer ferimento", acrescentou Miguel Salvado.

O vereador Miguel Salvado referiu ainda que os Serviços Municipalizados da Camara de Almada já estão a trabalhar para resolver o problema, reafirmando que a autarquia "vai assumir os prejuízos causados à proprietária do veículo, bem como a um comerciante local, que também foi afetado".