O corpo do músico espanhol desaparecido desde o passado sábado em Monção foi esta sexta-feira encontrado em Tui, Espanha, disse à Lusa o comandante Paços, da capitania do Porto de Caminha.

Foi encontrado hoje por volta das 04:30 um corpo em frente à comandância naval do Minho, em Tui, Espanha, que foi recolhido pelos militares da armada espanhola e ficou à disposição das autoridades espanholas”, disse, salientando que foi confirmada a identidade do corpo.

De acordo com a mesma fonte, desde o alerta do desaparecimento, dado pelos familiares passadas 24 horas após o desaparecimento, foram realizadas buscas subaquáticas numa extensão de 1,5 quilómetros e buscas de superfície numa extensão de 45 quilómetros por autoridades portuguesas e espanholas.

O comandante salientou que nos dois dias buscas subaquáticas participaram cerca de 20 mergulhadores portugueses e espanhóis.

As operações contaram ainda com a participação de efetivos da Polícia Marítima (PM), dos Bombeiros Voluntários de Monção, da Proteção Civil espanhola e da Guardia Civil.

O homem foi dado como desaparecido na noite de sábado. A banda espanhola que integrava atuou na sexta-feira à noite nas comemorações do dia do concelho de Monção.

De acordo com os testemunhos dos colegas da banda, o homem disse que ia descansar para o carro e, a partir daí, nunca mais o viram", afirmou o comandante Paços.

No domingo, um pescador encontrou nas margens do rio Minho, junto ao parque das merendas de Lapela, uma boquilha do instrumento de sopro que o músico espanhol tocava e foi encontrado, no rio, um trompete, que se viria a confirmar pertencer-lhe.

Entretanto, tinham sido também encontradas as chaves do carro do músico nas margens deste curso de água.