A Polícia Judiciária (PJ) libertou esta quarta-feira uma criança de três anos que foi raptada na segunda-feira no concelho de Mafra e deteve um homem e uma mulher suspeitos do crime.

Em comunicado hoje divulgado, a PJ indica que o rapto ocorreu na segunda-feira, numa localidade do concelho de Mafra, e alegadamente os autores foram um homem, de 40 anos, e uma mulher, de 42, que ainda hoje serão presentes a tribunal para a aplicação de medidas de coação.

A operação da PJ foi realizada pela Unidade Nacional Contra-Terrorismo (UNCT), em colaboração com o Departamento de Investigação e Ação Penal da Grande Lisboa e Noroeste, refere a nota.

A criança é filha de empresários e os alegados raptores pediram um resgate aos pais, num «valor consideravelmente elevado» que a PJ não quantifica.