Um homem de 62 anos foi retirado por helicóptero durante a madrugada do paquete THOMPSON SPIRIT, que tinha deixado Lisboa e navegava ao largo de Sines, com sintomas de acidente vascular cerebral numa operação que envolveu várias autoridades portuguesas.

Segundo um comunicado da Marinha Portuguesa, a evacuação médica foi efetuada numa operação conjunta do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), em articulação com a Força Aérea Portuguesa (FAP), e o INEM - Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar).

O passageiro de nacionalidade inglesa seguia a bordo paquete THOMPSON SPIRIT, de bandeira de Malta, que navegava a cerca de 32 milhas a sudoeste de Sines, e foi resgatado durante a noite de hoje.

O alerta foi dado pelo navio através da Linha de Emergência no Mar do MRCC Lisboa, referindo que tinha um passageiro com sintomas de AVC (Acidente Vascular Cerebral) a bordo.

O MRCC Lisboa colocou o CODU-Mar em contacto com o médico do navio, que avaliou a evacuação médica como urgente, sendo de imediato empenhado o helicóptero EH-101 da FAP, que descolou da Base Aérea do Montijo, já com uma equipa médica do INEM embarcada.

O EH-101 resgatou o passageiro às 01:01 e aterrou no aeroporto de Figo Maduro às 01:31, onde aguardava uma ambulância do INEM que o transportou para o Hospital de Santa Maria, em situação estável.