O Subcentro de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal (MRSC-Funchal) coordenou esta terça-feira duas missões de evacuação de tripulantes de embarcações de pesca que navegavam nos mares do Porto Moniz e do Porto Santo.

De acordo com um comunicado do Comando da Zona Marítima da Madeira, as operações desenvolveram-se em articulação com a Força Aérea Portuguesa (FAP), com o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (INEM - CODUMAR) e com a Capitania do Porto do Funchal.

Da "Génova" foi evacuado um tripulante de 56 anos e de nacionalidade angolana quando a embarcação navegava a 43 milhas a norte do Porto Moniz.

"O tripulante apresentava um quadro clínico de dor torácica, sem irradiação, associado a dispneia", tendo sido resgatado pelo helicóptero EH-101, da FAP, do Destacamento Aéreo da Madeira, refere o comunicado.


O doente foi transportado para o Aeroporto da Madeira e uma ambulância da EMIR (Equipa Médica de Intervenção Rápida) encaminhou-o para o Hospital Dr. Nélio Mendonça "em situação estável".

Relativamente à embarcação de pesca costeira "Rei Cristo", foi resgatado, a 15 milhas a sul da ilha do Porto Santo, um tripulante de 22 anos natural da freguesia do Caniçal, concelho de Machico, na Madeira.

"O tripulante, com antecedentes de asma, apresentava um quadro clínico de prurido nos braços, região abdominal e pescoço após contacto com óleo de motor", tendo sido resgatado por uma embarcação do SANAS-Madeira (Associação Madeirense para Socorro no Mar) que o transportou para o porto de recreio de Machico, onde aguardava uma ambulância dos Bombeiros Municipais de Machico, ativada pelo Serviço Regional de Proteção Civil, refere o Comando da Zona Marítima.


"O tripulante encontrava-se consciente e estável", acrescenta o comunicado.