O Governo está a preparar um programa de rescisões por mútuo acordo destinado a professores.

A notícia ainda não confirmada pelo ministério da Educação dá conta que o Governo pretende aplicar a medida ainda este ano... E só vai compensar os docentes com um salário por cada ano de trabalho.

Segundo o «Correio da Manhã», o Executivo quer propor rescisões amigáveis aos docentes, mas só vai dar uma compensação de um salário por cada ano de trabalho. Uma proposta inferior ao mês e meio de salário oferecido a outros trabalhadores do Estado.

A Fenprof não foi ainda informada sobre os planos do governo, mas vai avisando os professores para estarem atentos.

Para a Fenprof a proposta, a concretizar-se, é «traiçoeira», porque pode ter consequências danosas no cálculo das reformas.

A TVI quis obter explicações por parte do ministério da Educação, mas, até ao momento, não chegou nenhuma resposta.