Cada vez mais alunos frequentam aulas de Língua Portuguesa no Reino Unido, o que se refletiu no número recorde de candidatos aos prémios de Melhor Aluno e Ilustração 2015, disse hoje à Lusa a coordenadora-geral do Ensino.

Este ano foram mais de 250 candidatos, selecionados pelos professores de acordo com o desempenho nas aulas, acompanhado por um relatório em que justificam a escolha e por um trabalho comprovativo da qualidade do domínio da língua portuguesa, disse Regina Duarte.
 

"O número de candidatos tem aumentado todos os anos. Este foi o ano em que tivemos mais candidatos, dado que o prémio se tornou conhecido e a comunidade lhe atribui, com justiça, grande importância. Trata-se de reconhecer o mérito do trabalho realizado pelos alunos, mas também do investimento das famílias num bom domínio da língua portuguesa", salientou.


Ao todo, serão mais de 4.000 alunos, entre escolas primárias e secundárias e universidades espalhados por todo o país.
 

"O número de candidatos do ensino superior aumentou muito. Neste caso, trata-se de jovens ingleses que estão a frequentar uma licenciatura em estudos portugueses. Todas as universidades me dizem que o número de candidaturas duplicou para o próximo ano", adiantou à agência Lusa.


São atribuídos 13 prémios no total, um prémio por ano de escolaridade, do 1.º ao 13.º anos, mais um prémio Universitário e três prémios ilustração Paula Rego.

Os critérios, segundo Regina Duarte, são a qualidade das produções escritas dos alunos (correção, coerência, progressão temática, adequação) e os progressos realizados na proficiência da língua.

Face ao aumento do número de crianças e jovens recém-chegados de Portugal nos últimos anos, foi criada a categoria Prémio Língua Materna, medida que Regina Duarte disse ser um incentivo à integração na escola inglesa e um reconhecimento do mérito alcançado.
 

"Trata-se de alunos que fizeram vários anos de escolaridade em Portugal e que, por isso, possuem um domínio da língua distinto das crianças que são escolarizadas em inglês", justificou.


Cada aluno recebe um prémio monetário de 100 euros e um livro, ou uma caixa de pintura no caso dos prémios ilustração, que a partir deste ano passam a ser financiados graças ao apoio do Fundação Millennium bcp.