Sabia que pode reciclar as suas radiografias antigas? A Assistência Médica Internacional inicia esta terça-feira uma campanha de reciclagem e pede a entrega de exames mais antigos. 

A reciclagem evita o envio para o lixo de produtos que ficariam sem utilização e, para além disso, "a venda da prata extraída permitirá à AMI gerar financiamento para fazer face ao constante aumento das necessidades sociais", salienta a organização, citada pela Lusa.

A iniciativa permite angariar fundos equivalentes ao custo de um dos 17 equipamentos e respostas sociais da AMI em Portugal.

As radiografias com mais de cinco anos ou sem valor de diagnóstico podem então ser entregues até 29 de setembro nas farmácias de todo o país.

Desde 1996, a iniciativa, já na sua 20.ª edição, totalizou mais de 1.500 toneladas de radiografias recolhidas e recicladas, das quais 60 toneladas em 2014.

A organização, presidida por Fernando Nobre, tem neste projeto "uma das suas fontes estratégicas de angariação de fundos, demonstrando que, independentemente das dificuldades financeiras de cada um, todos podem contribuir sem custo".