A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve uma mulher, de 25 anos, indiciada pela prática dos crimes de homicídio e de profanação e ocultação do cadáver da sua filha, recém-nascida.

A suspeita deu à luz uma menina, tendo o parto ocorrido num quarto de banho existente na casa onde habita, indica a PJ, em comunicado citado pela Lusa.

«Após a expulsão do recém-nascido na sanita, colocou-o sobre uma toalha na qual o embrulhou, dirigindo-se, em seguida, ao exterior da habitação, onde o depositou numa fossa sética, bem como os restos placentários», acrescenta.

A detida vai ser presente a interrogatório no tribunal para aplicação das medidas de coação.