Uma menina de 12 anos foi raptada nos Açores, este sábado, revelou a PSP na página oficial do Facebook. A menina foi encontrada amarrada, amordaçada e com marcas de violência física, mas foi salva pela PSP com o apoio da Polícia Judiciária. As autoridades conseguiram ainda deter o suspeito que está indiciado por rapto, violação e homicídio na forma tentada.
 
Contactada pela TVI, a PSP dos Açores confirmou a informação e esclareceu ainda que o alerta foi dado de imediato o que permitiu a rápida mobilização de meios para a busca da jovem.   A mesma fonte refere que a vítima «está a receber tratamento», adiantando que o «suspeito morava perto da vítima».

O crime ocorreu na freguesia de São Roque, em Ponta Delgada. O alegado agressor, na casa dos 40 anos, era vizinho da menor e terá arrastado a menina para o interior do seu apartamento. 

Os gritos da vítima terão feito suspeitar que algo de anormal se passava e na sequência de uma denuncia de desaparecimento da menor a Brigada de Investigação Criminal da PSP em conjunto com a PJ iniciaram as buscas. A criança foi encontrada amarrada, amordaçada e com sinais de agressões violentas.
 
A menina foi internada e uma fonte hospitalar confirmou à TVI que o quadro clínico da criança tem evoluído favoravelmente. 

No local do crime, pelo contrário, cresce um sentimento de apreensão entre os moradores.

«Ele é de cá da ilha mas não o conhecia pessoalmente», disse um dos moradores à TVI.

O suspeito vai ser presente a interrogatório judicial na manhã desta segunda-feira.