O único português que ainda se encontrava sequestrado em Moçambique foi esta quinta-feira libertado, disse à agência Lusa o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, sem adiantar pormenores sobre as condições da libertação.

José Cesário explicou à Lusa tratar-se de um comerciante luso-moçambicano, que tinha sido sequestrado no centro de Maputo.

O secretário de Estado das Comunidades disse que o cônsul de Portugal em Moçambique foi informado da libertação pela família, que não quer divulgar as condições em que o comerciante foi libertado.

Quatro portugueses foram sequestrados e um deles continuava em cativeiro.