Uma criança de nove anos foi dada como desaparecida em Oliveira de Azeméis, esta quinta-feira, mas afinal estava em casa dos avós.

A menina saiu de casa dos pais, por volta das 19 horas, em direção à casa dos padrinhos, que fica a cerca de 150 metros. Só que, apesar deste curto trajeto, a criança nunca chegou ao destino.

O alerta foi dado pouco depois, quando pais e padrinhos se aperceberam da situação, e, em conjunto, GNR e PJ iniciaram buscas para a encontrar.

As buscas duraram até de manhã, quando os pais descobriram que esta estava na casa dos avós, desde as 21 horas. 

Um taxista encontrou a menina sozinha numa rua, achou estranho e perguntou-lhe o que estava ali a fazer e para onde queria ir. Esta explicou onde era a casa dos avós e o taxista levou-a lá. Neste espaço de tempo, pais e avós não entraram em contacto e daí o desconhecimento dos pais.