Seja no público ou no privado, na hora de escolher uma escola para os filhos, os pais interessam-se por saber quais são as melhores. Foi divulgado este sábado um ranking nacional, pelo jornal «Público» e pela Universidade Católica, com base no tratamento de dados do Ministério da Educação. A TVI adotou o mesmo critério, nas suas reportagens, retratando também as escolas com mais de 50 alunos e tendo em conta as notas dos exames relativos às oito disciplinas com mais peso. No topo da classificação, surgem o Colégio Nossa Senhora do Rosário, no Porto (privado), e a Escola Secundária Raul Proença, nas Caldas da Rainha (pública).
 
Muitos diferentes entre si, já não são estreantes a ocupar os lugares cimeiros do ranking. Em comum, têm alunos que se destacam por ter das melhores notas do país.
 
O melhor desempenho do país coube ao colégio do Porto: nas 458 provas realizadas a oito disciplinas, a média foi de 14,4 valores. O mesmo resultado no exame de Matemática. No Português chegaram aos 15,2 de média. Tem 1.600 alunos desde a pré-primária ao 12º ano e uma equipa de 220 pessoas, entre professores e funcionários.
 
Já na escola pública das Caldas, dos 529 alunos que realizaram provas, a nota média foi de 12,4 valores: 11,6 a Matemática e 13,1 a Português.
 
Comparando com a média nacional, são dois valores a mais em cada disciplina.

Já as secundárias Infanta Dona Maria, em Coimbra e a Clara de Resende, no Porto, estão segundo e terceiro lugar das escolas públicas. No privado, esses lugares pertencem, respetivamente, ao Colégio Moderno e ao Colégio Valsassina, ambos em Lisboa.

ENSINO BÁSICO

 

Quanto ao ranking dos exames nacionais do quarto, sexto e nono anos também as escolas privadas ocupam os lugares com melhores classificações. No 9ºano, a primeira escola pública surge em 18º lugar, mas apenas 27 décimas a separam da número 1 da tabela.
 
É no Porto que está melhor média das provas do 4º ano: o Externato Escravas Sagrado Coração de Jesus conseguiu uma média de 4. A melhor pública surge em 16º lugar: a EB1 de Santa Maria da Feira, com uma média de 3,99
 
Já no sexto ano os alunos do Colégio das Terras de Santa Maria, em Aveiro, conseguiram a melhor classificação com média de 4. Nas públicas, a Escola Artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, em Braga, é a que preenche a primeira posição com média de 3,7
 
Do 6º para o 9º ano, o ouro vai para o Colégio Dom Diogo Sousa, em Braga, com uma média de 4 nos exames nacionais. Já nas escolas públicas são os alunos da Secundária Infanta Dona Maria, em Coimbra, que conseguem a melhor média dos exames do 9º ano, com 4 valores. Esta escola tem longa tradição de ocupar lugares topo do ranking nacional