A Associação Portuguesa de Médicos Veterinários Especialistas em Animais de Companhia (APMVEAC) anunciou este treça-feira a abertura de uma conta solidária para a aquisição de feno e outros alimentos para animais de produção.

Em comunicado, a associação com sede em Lisboa informou ainda sobre a entrega, na segunda-feira, em Seia, distrito da Guarda, de uma primeira ajuda de 14 toneladas de feno, resultante de donativos "quer particulares, quer de consultórios e clínicas veterinárias e empresas de todo o país".

O feno, entregue nas instalações da Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela (ANCOSE) será distribuído por proprietários de animais, "independentemente de estes serem ou não associados" daquela entidade, afirma, na nota, Carolina Brito Monteiro, vice-presidente da APMVEAC.

Os médicos veterinários especialistas em animais de companhia assinalam que a situação "mais crítica" nas regiões afetadas pelos incêndios de dias 15 e 16 "é a falta de alimentação para os animais sobreviventes, nomeadamente ovinos".

Alertados nesse sentido por veterinários locais, a associação decidiu atuar "de forma a permitir às populações manterem os seus meios de subsistência, o que é fundamental para a revitalização da zona e para a esperança das populações afetadas".

Palha de Madrid

Uma associação sem fins lucrativos de Madrid entregou esta terça-feira na Câmara Municipal de Gouveia, no distrito da Guarda, donativos para animais domésticos e selvagens afetados pelos incêndios dos dias 15 e 16.

Segundo a autarquia de Gouveia, a Asociación Salvando Ángeles Sin Alas, entregou um total de cerca de 13 toneladas de palha, medicamentos para animais, rações e cobertores, entre outros bens.

Graças a estes donativos, é possível ir dando resposta às muitas necessidades existentes no concelho de Gouveia, nomeadamente em termos de alimentação para os animais", lê-se numa nota publicada na página oficial da autarquia de Gouveia no ‘Facebook'.

Segundo a fonte, o Município de Gouveia estende o agradecimento "a todas as instituições, associações, empresas e pessoas que individualmente têm contribuído com os seus donativos para ajudar a reerguer Gouveia".