A Quercus anunciou esta sexta-feira que os consumidores de água da região de Aveiro vão contribuir para o repovoamento florestal do Cabeço Santo, Águeda, com espécies nativas, ao optarem pela fatura eletrónica.

Até 20 de março de 2019, a Adra - Águas da Região de Aveiro, S.A., vai promover uma campanha em que, por cada 500 adesões dos seus clientes à fatura digital, doa 100 árvores para ajudar a Quercus a recuperar a floresta da região”, refere uma nota de imprensa do núcleo de Aveiro da Quercus.

A campanha é a primeira do género entre a Adra e a Quercus, que pretende que a parceria seja um projeto-piloto para futuras campanhas noutras regiões do país.

No âmbito da campanha, a empresa de distribuição de água em baixa aos municípios da região vai também envolver os seus próprios colaboradores em diversas ações de plantação nas áreas do Projeto Cabeço Santo.

O Projeto Cabeço Santo, que abrange cerca de uma centena de hectares, foi criado em 2006, na sequência de um grande incêndio, com o objetivo de recuperar e proteger núcleos de vegetação nativa, “que se encontravam dispersos pelo imenso eucaliptal” na localidade de Belazaima do Chão, no concelho de Águeda.

Posteriormente, foi celebrado um protocolo com a Altri Florestal e a Câmara Municipal de Águeda para incluir também áreas antes cultivadas, recuperando-as para a vegetação nativa.

O projeto é desenvolvido com a participação regular de voluntários e visa também controlar as espécies vegetais invasoras.