Um homem de 81 anos é suspeito de ter matado esta sexta-feira  o filho de 42 com um utensílio cortante de cozinha em Queluz, Sintra, estando em curso diligências para determinar as motivações do aparente desentendimento familiar, disse fonte policial.

A oficial de serviço do Comando de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP) indicou que o crime ocorreu um pouco antes das 11:00, hora a que os agentes policiais chegaram ao local e encontraram o corpo já cadáver.

Confirmando tratar-se de um homicídio, a fonte indicou que o suspeito foi detido para interrogatório e que a Polícia Judiciária (PJ), chamada ao local, está a investigar o caso, nomeadamente as razões que alegadamente levaram o pai a matar o filho.

Foi utilizado um utensílio de cozinha, que não foi uma faca", acrescentou a fonte, adiantando que o corpo da vítima foi removido para a morgue local, onde será feita a respetiva autópsia.