Um homem, de 31 anos, ficou em prisão preventiva após detido pela Polícia Judiciária (PJ) por ter ateado fogo à mulher na presença dos filhos menores, em Queluz, concelho de Sintra, anunciou esta força de investigação criminal.

“Os factos ocorreram na madrugada de dia 19 deste mês, quando o presumível autor entrou na habitação onde vivia com a esposa, de 26 anos, e dois filhos menores, de 2 e 8 anos, munido de um produto líquido inflamável, o qual verteu no corpo da esposa, ateando-lhe fogo”, relata a PJ, em comunicado.

A vítima encontrava-se na cama a dormir na companhia dos filhos e sofreu queimaduras graves, encontrando-se, atualmente, internada em unidade hospitalar.

OS filhos não sofreram qualquer lesão, apesar de também se encontrarem na cama com a mãe, refere ainda a nota da PJ.

O incêndio veio a ser apagado após intervenção dos bombeiros, chamados ao local, em Queluz, concelho de Sintra, distrito de Lisboa.

O homem, detido por “fortes indícios” da autoria dos crimes de homicídio, na forma tentada, de violência doméstica e de incêndio, ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva, depois de presente a um juiz para primeiro interrogatório judicial.