Um dos quatro queimados na explosão ocorrida terça-feira numa habitação de Braga, um homem de 43 anos, morreu por volta das 03:00 no Hospital de São João, no Porto, disse à Lusa fonte hospitalar.

Segundo a mesma fonte, as crianças e a mãe mantêm-se com prognóstico reservado.

Explosões de gás já mataram 15 pessoas e fizeram mais de 40 feridos graves

Uma explosão, seguida de incêndio, registou-se cerca das 07:30 de terça-feira, atingindo um casal e dois filhos.

Os feridos foram inicialmente transportados para o Hospital de Braga e posteriormente transferidos para o Hospital de São João, no Porto.

Fonte do Hospital de Braga disse que o casal ficou com queimaduras em 80 por cento do corpo e os filhos, ambos rapazes, em 60 por cento. As queimaduras são de 2.º e 3.º grau.

As autoridades estão a investigar as causas da explosão que destruiu o rés-do-chão da habitação, mas a Proteção Civil já admitiu que se terá tratado de uma fuga de gás.